Terça-feira, 8 de Novembro de 2011

Ana Gomes no Café da Política

 

Ana Gomes desvenda quais

os segredos e mentiras

na política e na diplomacia

 

9 de Novembro, às 19h

A Livraria Almedina Atrium Saldanha recebe a política portuguesa Ana Gomes, no dia 9 de Novembro, quarta-feira, pelas 19h, para falar acerca do tema “Política e Diplomacia: segredos e mentiras”, por ocasião do Café da Política. Com entrada livre, a sessão conta com a moderação do jornalista Luís Osório.

Ana Gomes é activista política desde que se conhece. Militou no MRPP e esteve na primeira linha entre os jovens revolucionários maoístas. Quis o destino que se tornasse diplomata e, como Embaixadora na Indonésia, deixou a sua marca na história.

A proposta desta sessão do “Café da Política” é uma conversa sem tabus sobre o que se passa nas divisões escondidas: o poder dos diplomatas, a sua relação com os políticos e o que está verdadeiramente a ser discutido por quem decide. Ana Gomes fará também uma viagem pelo que foi a sua vida, pelos seus ódios e amores, pelos países onde esteve, pelos voos da CIA e pelos serviços secretos.

Luís Osório explica que o objectivo do “Café da Política” passa por “conseguir encontrar um espaço de discussão onde a Política possa ser falada sem reticências”. Para além disso, o coordenador e moderador da iniciativa compromete-se a “estimular o pensamento de todos os que a ele assistirem – com novas ideias, provocações, polémica e inteligência”, numa interacção permanente com as pessoas.

O “Café da Política” é um contributo para o regresso à Política e conta com a coordenação e moderação de Luís Osório. Está inserido na programação da Livraria Almedina Atrium Saldanha chamada “Ciclo do Café”, que conta com a coordenação geral da escritora e jornalista Filipa Melo e inclui temáticas como os direitos, os blogues, o eu, e os clássicos.

Sobre Ana Gomes
Ana Maria Rosa Martins Gomes é jurista e política portuguesa. É licenciada pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, desde 1979, e obteve um diploma em Direito Comunitário, pelo Instituto Nacional de Administração, em 1981. Ingressou na carreira diplomática em 1980. Foi consultora do Presidente da República para a Diplomacia, entre 1982 e 1986. Serviu na Missão Permanente de Portugal junto das Nações Unidas, de 1986 a 1989, em Genebra e, de 1997 a 1998, em Nova Iorque, onde coordenou a Delegação Portuguesa ao Conselho de Segurança. Daí saiu para exercer funções nas Embaixadas de Portugal em Tóquio, até 1991, e em Londres, até 1994. Foi também membro da Delegação Portuguesa ao Processo de Paz no Médio Oriente durante a Presidência Portuguesa da União Europeia, em 1992, integrou o Gabinete de Assuntos Políticos Especiais do Ministério dos Negócios Estrangeiros, entre 1994 e 1995, e chefiou o gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Europeus, até 1996. Foi embaixadora de Portugal em Jacarta, de 1999 a 2003. Depois de abandonar a carreira diplomática, em 2003, foi eleita deputada ao Parlamento Europeu, em 2004 e 2009. Em 2009 candidatou-se, simultaneamente, a presidente da Câmara Municipal de Sintra, acabando derrotada por Fernando Seara. É membro da Comissão Nacional e da Comissão Política do Partido Socialista, desde 2002, e integrou o Secretariado Nacional, entre 2003 e 2004.

Sobre Luís Osório
Tem uma formação jornalística com experiência em televisão, rádio e imprensa escrita. Ganhou vários prémios de imprensa, tem livros publicados, realizou documentários, encenou uma peça de teatro, foi comentador político, fez parte de comissões governamentais, dirigiu um jornal e uma estação de rádio.

Próxima sessão CAFÉ DA POLÍTICA:

Os donos da opinião têm verdadeiro poder?

Com Luís Delgado e Carlos Magno

14 de Dezembro, às 19h


publicado por bloguedoscafes às 19:54
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Alves Ferreira a 9 de Novembro de 2012 às 12:34
Refundação: será da DEMOCRACIA?

Em DEMOCRACIA todos devem expressar opinião, ninguém se pode inibir

As pessoas estão primeiro, obedecendo as suas capacidades

As pessoas mais dotadas têm o dever de ajudar as menos dotadas de forma que estes entendam e não se sintam explorados nem humilhados.

As pessoas mais dotadas terão os lugres de chefia, gestão, técnico especializado, técnico, etc.

Os governantes são eleitos para governar e serem juízes e não como tutores, quando estes agirem como tutores as pessoas tem o direito a manifestara-se. Ordeiramente e com alternativas.

Os ordenados máximos não podem ser superior dez vezes o ordenado mínimo,
Excepto aprendizes, ordenados equivalentes no publico e no privado

As pessoas que ganharem mais que o nível a que tem direito, o valor acima são retiradas como imposto específico para acerto

As pessoas mais ricas têm direito á renda dos seus bens e aos juros do seu dinheiro, quando estes estejam aos serviços de outrem.
O valor da renda e dos juros tem de ser indexados ao salário mínimo,

Os descontos sobre o ordenado são apenas para reforma, subsidio desemprego e seguro por baixa médica.

Ate 2007 a reforma era como adquirir um prédio pagável em 40 anos, igual aos trabalhadores acumularem os descontos durante 40 anos para comprar a sua reforma, a partir de 2007 adulterou-se o sistema que agora desconta-se e não há segurança no valor da reforma, ficou dependente dos nascimentos, o que não é viável nem justo que os que nascem tenham logo esse encargo, é preciso repor os fundos das reformas e repor a lei de compra da reforma, e actualiza-la para a reforma aos 60 anos

As pessoas que nascem não devem pagar as obras de construção de auto estradas, pontes e barragens, mas o pagamento de manutenção e pagamento de juros, porque vão beneficiar desses bens duradouros de prazo ilimitado, o investimento deve ser pelos fundos das reformas, os fundos de reforma não podem ser postos em causa mesmo jogar na bolsa

Acabar com escalões do IVA e do IRS, todos pagam pela mesma taxa, os escalões ficaram anulados com a diferença de ordenado de max. 10 Vezes e os juros indexados salário mínimo,

As Taxas IVA e IRS são ajustados normalmente anualmente para cobrir as despesas de: Educação, Saúde, Subsidio Sobrevivência, abono família, lares, creches,

Pelos Exemplos comuns a todos os itens:

Um professor 1º ciclo ganha três vezes o salário mínimo 1500€ x14=21000€
Auxiliar ganha o salário mínimo 500 € x 14= 7000€
Para chefias e diversos 10% sobre 28000€ = 2800€
Aluguer sala aula 500€ x 12=6000€
Custos anuais=21000+7000+2800+6000=36800€
Custo ano 36000/por 30 alunos = 1200€ custo justo aluno ano
1200€ Custo aluno ano x 1 milhão = 1200 milhões ano precisos
Salário médio 1200€ x 14 = 16800€ gastos 60% =1008/0€
1008/0€ X 6 milhões = 60480 milhões ano salário médio consumo
1200 Milhões precisos a dividirem por 60480 milhões consumo = 0.01985% a retirar do conjunto IVA e IRS

Um medico família ganha 3.4 vezes o salário mínimo 1700€ x14=23800€
Auxiliar ganha 1.6 vezes o salário mínimo 800 € x 14= 11200€
Para chefias e diversos 10% sobre 35000€ = 3500€
Aluguer sala aula 500€ x 12=6000€
Custos anuais=23800+11200+3500+6000=44500€
35 Horas vezes 44 semanas=1540 horas menos 20% para diversos = 1232 horas
1232 Horas vezes 4 consultas hora = 4928 consultas ano
Custo consulta 44500/por 4928 consultas = 9€ custo justo consulta
9€ Em media 2 consultas ano = 18€ ano
18€ Ano x 10 milhões = 180 milhões ano precisos
Salário médio 1200€ x 14 = 16800€ gastos 60% =1008/0€
1008/0€ X 6 milhões = 60480 milhões ano salário médio consumo
180 Milhões precisos a dividirem por 60480 milhões consumo = 0.00298% a retirar do conjunto IVA e IRS

0.01985% Mais 0.00298% do IVA e IRS não é preciso pagar taxas moderadoras na saúde nem propinas na educação desde que as contas sejam feitas caso a caso, e todas as freguesias podem ter escolas 1º ciclo e centros de saúde

E lamentável inventar taxas moderadoras para as pessoas não ir ao médico e depois as pessoas não vão ao médico corta-se da lista

Um medico, não pode ter um número imaginário de doentes, tem que dar a quantidade de consultas estipuladas no seu horário, para tal podem os doentes ter mais que um médico de família ou o medico alternar com outro centro de saúde e domicílio

As

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.pesquisar

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Próximo Café da Política ...

. Próxima sessão: Café do E...

. ...

. FERNANDO PESSOA POR JERÓN...

. HOMENAGEM A JOSÉ SARAMAGO

. O REGRESSO DO CAFÉ DA POL...

. ...

. O REGRESSO DO CAFÉ DO EU

. O REGRESSO DO CAFÉ DOS DI...

. PRÓXIMA SESSÃO: NÓS E OS ...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

.Ligações

A Arte da Fuga

A Barbearia do Senhor Luís

A Causa Foi Modificada

A Civilização do Espectáculo

A Destreza das Dúvidas

A Douta Ignorância

A Montanha Mágica

A Natureza do Mal

A Origem das Espécies

A Senhora Sócrates

A Terceira Noite

A 1 metro do chão

ABC do PPM

Abrupto

Albergue Espanhol

Almocreve das Petas

Amor e Outros Desastres

Arcádia

Arrastão

Aspirina B

Avatares de um desejo

Bandeira ao Vento

Bairro Melancómico

Beira-Tejo

Bibliotecário de Babel

Bic Laranja

Bicho Carpinteiro

Blasfémias

Blogue de Direita

Câmara de Comuns

Câmara dos Lordes

Cartas do Meu Moinho

Causa nossa

Cibertúlia

5 Dias

Circo da Lama

Clube das Repúblicas Mortas

Complexidade e Contradição

Contra a Corrente

Corta-Fitas

Córtex Frontal

Da Literatura

Delito de Opinião

Desesperada Esperança

Devaneios

Distúrbios Elementares

Don Vivo

É tudo gente morta

Era Uma Vez na América

Espumadamente

Estado Sentido

F World

Gato do Cheshire

Horizonte Artificial

Farmácia Central

Fio de Prumo

Gravidade Intermédia

Hoje Há Conquilhas

Horas Extraordinárias

Impensável

Impertinências

Irmão Lúcia

Jacarandá

Joel Neto

Jonasnuts

Jovens do Restelo

Jugular

Ladrões de Bicicletas

Léxico Familiar

Ler

Lóbi do Chá

Lucy Pepper

Lugares Comuns

Mar Salgado

Margens de Erro

Meditação na Pastelaria

Memória Virtual

Menina Limão

Minoria Ruidosa

Miss Pearls

Mood Swing

Nortadas

O Cachimbo de Magritte

O Carmo e a Trindade

O Diplomata

O Escafandro

O Insurgente

O Jansenista

O Jardim Assombrado

O Silêncio dos Livros

O Tempo das Cerejas

Os Comediantes

Os Tempos e as Vontades

Palavrossavrvs Rex

Pastoral Portuguesa

Pedro Rolo Duarte

Portugal dos Pequeninos

Provas de Contacto

Rititi

Rui Zink

Rulote

Shakira Kurosawa

Sound+Vision

Suction with Valcheck

The Sock Gap

31 da Armada

Um Homem na Cidade

União de Facto

Vasco Campilho

Vastulec

Vida Breve

Vontade Indómita

Voz do Deserto

blogs SAPO

.subscrever feeds